“The Arrival”, do Martin Wallace em breve pela Cryptozoonic.

Assine nosso canal na Ludopedia,  Facebook e Instagram e siga nosso BLOG para ficar por dentro das novidades 🙂

arrival

A Cryptozooic Entertainment está trazendo o novo jogo do Martin Wallace “The Arrival” com uma arte, componentes e regras atualizadas, após o lançamento na Spiel em 2016. Nesse jogo cada jogador toma o controle da Irlanda antiga, onde essa terra era ocupada pelo demoníaco Fomori. Os jogadores então devem decidir entre coletar recursos para expandirem suas tribos e dessa maneira ganhar mais corrupção ou deixa-los para assim ganhar mais fama. No final do jogo o vencedor será aquele com mais fama ou menos corrupção, dependendo se os jogadores ou Fomori controla mais territórios em Erin.

Previsão de chegada nas lojas lá fora no inverno de 2017, e você pode ver mais detalhes diretamente no site da Cryptozoonic aqui.

Que tal uma versão mais portátil do Scythe? Conheça o Tiny Epic “Scythe”

Assine nosso canal na Ludopedia e siga nosso BLOG

Acesse nossa página no Facebook e no Instagram

pic3551781_md

Um usuário do Board Game Geek criou sua versão “portátil” do Scythe. Conheça o “Tiny Epic Scythe” que é uma versão completa do jogo em uma caixa bem menor (a caixa da expansão na verdade). Feita com componentes reciclados e comportando componentes para 1 e 2 jogadores apenas, sendo necessário uma caixa um pouco maior para acomodar peças para mais jogadores. Tudo o que é necessário para jogar está ali, e ele essencialmente reaproveitou os componentes do playtest, upgrades e os PnPs do Kickstarter.

Quem quiser o arquivo do tabuleiro (que foi disponibilizado pelo autor do jogo) pode pega-lo aqui

Confira algumas fotos:

pic3551785_mdpic3551784_mdpic3551782_md

Mini Rails apresentado na Tokyo Game Market

Assine nosso canal na Ludopedia e siga nosso BLOG

Acesse nossa página no Facebook e no Instagram

pic3551494_md

Do designer Mark Gerrit, Mini Rails publicado pela Moaideas Game Design é um jogo simples de ferrovias para 3 a 5 jogadores, onde no início de cada rodada você coleta discos coloridos igual ao número de jogadores mais um do saquinho, e então na ordem dos jogadores (de acordo com a posição de cada um na trilha de ordem dos jogadores) cada um terá as seguintes possibilidades: comprar uma ação ou colocar um marcador.

A ação que você não fizer inicialmente você terá que fazer posteriormente. Quando você compra uma ação, seu valor começa em zero independente de qualquer outro fator. Quando você coloca um marcador, o valor de todas as ações variam para mais ou menos entre $1 e 3 dependendo do espaço coberto, com todos os marcadores sendo colocados de maneira contígua.

Quando você pega os discos você determina a ordem para o próximo turno. O jogo tem outros detalhes mas é basicamente isso. Com apenas 12 discos e suas possíveis colocações, cada escolha conta bastante.

Diferente e interessante!

Não tem com quem jogar Race for the Galaxy? Seus problemas acabaram, chegou a versão digital!

Assine nosso canal na Ludopedia e siga nosso BLOG

Acesse nossa página no Facebook e no Instagram

race-for-the-galaxy-banner-1024x579

Ótima notícias para os fãs do card game de construção e expansão de um Império galático, Race for the Galaxy  (leia nossa análise sobre esse jogo aqui),  que está recebendo sua versão digital. Se você não encontra ninguém para jogar, seus problemas acabaram. Com uma ótima inteligência artificial (a mesma desenvolvida por Keldon Jones em sua versão para PC) com três níveis de dificuldade, ainda é possível jogar online em partidas em tempo real ou por turnos.

O jogo ainda vem com mais planetas iniciais e com expansões disponíveis para compra. Participei do BETA e o jogo está muito, mas muito bom! Indispensável para quem gosta do jogo, ou quer aprender e conhecer mais a respeito. O jogo está somente em inglês mas não possui muito texto e está custando US$ 7,00 na Apple Store e R$23,00 na Google Play.

Projeto “Um jogo por dia” (Dia 48) – Tiny Epic Galaxies

Assine nosso canal na Ludopedia e siga nosso BLOG

Acesse nossa página no Facebook e no Instagram

pic2591934_md

Ontem no projeto “Um jogo por dia” foi hora de jogarmos o Tiny Epic Galaxies do designer Scott Almes. Scott como de costume nos apresenta um jogo em uma pequena caixa porém com bastante coisa dentro (como em outros jogos da série Tiny). Em Epic Galaxies temos que expandir nosso império galáctico e para isso devemos enviar nossas naves para colonizar novos planetas de maneira a tornar-se o maior império.

É um jogo de rolagem de dados, muito divertido e interessante. Ele é simples, basta rolar os dados e utilizar os valores apresentados, mas ao mesmo tempo você tem diversas possibilidades e escolhas. É um jogo rápido, com uma boa dose de interação entre os jogadores. Ideal para partidas rápidas mas com uma dose de profundidade bem adequada ao tempo e proposta de jogo. Recomendado!

Comande seus monstros e conquiste o território em Taiwan Monsters Brawl

Assine nosso canal na Ludopedia e siga nosso BLOG

Acesse nossa página no Facebook e no Instagram

pic3483327_md

Taiwan Monsters Brawl da Chiaos Creative é um jogo para 2 a 4 jogadores com duração de 30 a 45 minutos, de estratégia leve com rolagem de dados, onde cada um é responsável por 8 monstros lendários (com uma breve descrição histórica de cada um no livro de regras), e a cada rodada do jogo vocês tentam conquistar um pedaço do território, dividindo-o de seus recursos e então de seu oponente para requisitá-lo para você.

É um jogo de combate, com todos usando dados para atacar e com alguns elementos de quebra-cabeça para permitir ataques mais poderosos, por exemplo. Você pode usar as runas (escritos ancestrais) para rolar os dados novamente, fazer um upgrade deles, comprar cartas de feitiços e até mesmo usar a habilidade de especial de cada monstro (que é única).

Um belíssimo jogo pelo visto, que seja tão bom quanto sua arte.

pic3364166_md

Quais os jogos mais antigos da sua coleção que você ainda joga?

Assine nosso canal na Ludopedia e siga nosso BLOG

Acesse nossa página no Facebook e no Instagram

old_board_games

Com o passar do tempo sua coleção de jogos vai ficando maior e maior e naturalmente alguns jogos serão mais jogados do que outros, pois os lançamentos e novidades vão chegando. Entretanto existem jogos na sua coleção que são jogos relativamente antigos mas que ainda você joga? Quero dizer por “antigo” jogos que já tem um certo tempo de publicação mas que ainda são jogados por você ou seu grupo com certa frequência. Vou listar aqui alguns jogos da minha coleção que já tem um certo tempo de “estrada” e estão na coleção a algum tempo mas que ainda são apreciados, mesmo com os lançamentos e novidades…

Lost Cities (1997) (Leia nossa análise sobre ele aqui)

Lost

Do famoso designer Reiner Knizia, Lost Cities (em português é o Exploradores) é um jogo para 2 pessoas, muito interessante e dinâmico, apresentando um alto nível de tensão e decisões complicadas.

Carcassonne (2000)

Carca

Ainda mais com as expansões, que adicionam elementos interessantes ao jogo, Carcassonne não perde o vigor e vira e mexe aparece nas mesas por aqui.

Puerto Rico (2002)

Puerto

Considerado por muitos um clássico, Puerto Rico ainda é jogado eventualmente por aqui e bastante apreciado.

Coloretto (2003) (Leia nossa análise sobre ele aqui)

Coloretto

Esse card game ainda continua ótimo, mesmo com muitos concorrentes no mercado, e ainda vê bastante mesa e diverte muito.

Esses são os jogos mais antigos que tenho e que estão na coleção também a algum tempo e ainda são bastante apreciados, e os seus? Quais jogos mais “antigos” que estão por ai a algum tempo e ainda são jogados?