Seja o cientista mais rápido nesse ótimo jogo familiar, Dr. Eureka!

2017-11-01 14.45.25

Dr. Eureka, lançado no Brasil pela Mandala jogos,  do designer Roberto Fraga (autor de outro excelente jogo infantil, o Spinderella) é um jogo para 2 a 4 jogadores, tanto para crianças e adultos, com duração de aproximadamente 15 minutos, onde somos cientistas que precisam resolver as fórmulas científicas propostas pelo Dr. Eureka para provarmos que somos o cientista mais rápido do laboratório.

Como se joga?

Cada cientista recebe no início do jogo seu “kit” de cientista, composto por três tubos de ensaio, onde cada tubo terá duas bolinhas, nas cores verde, vermelho e roxo.

Em seguida embaralhamos o baralho com as fórmulas científicas e o jogo está pronto para começar. A primeira carta de fórmula é virada e todos precisam usar suas habilidades e destreza para montar em seus tubos a fórmula que a carta pede.

Por exemplo, na fórmula abaixo os jogadores precisam posicionar as bolinhas de acordo com o padrão apresentado. Entretanto você não pode tocar as bolinhas com os dedos e nem deixa-las cair. Caso isso aconteça você está eliminado.

O primeiro a terminar deve gritar: Eureka e a disputa está encerrada. Confere-se a condição do vencedor e ele recebe a carta. Aquele que conseguir 5 cartas é o vencedor.

2017-11-01 14.48.38

Além disso é possível usar o tubo de cabeça para baixo, ou seja, você muitas vezes não precisará manipular as bolinhas, mas simplesmente virar o tubo de cabeça para baixo!

2017-11-02 11.06.15

Outro detalhe é que para a próxima carta as bolinhas permanecem exatamente como estão, então a disputa ficará bem diferente pois provavelmente os jogadores estarão com suas bolinhas em posições diferentes.

Acessibilidade

Se a pessoa tiver algum nível de daltonismo ou dificuldade para distinguir cores talvez tenha certa dificuldade com o jogo, por isso é bom avaliar esse quesito caso os jogadores tenham essa necessidade.

As fotos abaixo mostram 3 tipos diferentes de dificuldade com cores, usando o aplicativo CVSimulator.

2017-11-02 11.11.462017-11-02 11.13.27

Pessoas com dificuldades de movimentos não desfrutarão bem do jogo pois ele exige certa destreza para manipular os componentes, não sendo portanto indicado para esse público.

Por que comprar?

Dr. Eureka é um daqueles jogos simples mas viciantes! Essa história de organizar as bolinhas, sem derruba-las e usar os dedos é muito bacana. Os componentes são de ótima qualidade e são bem acessíveis tanto para crianças quanto para adultos.

O jogo conta com belos componentes, um insert que acomoda todos os tubos e bolinhas perfeitamente. As cartas são quadradas e não necessitam de sleeves por não serem manuseadas o tempo todo.

2017-11-01 14.45.47

É um jogo rápido, fácil e muito divertido. Na criançada vai ajudar a desenvolver a construção a partir de um modelo e também a destreza e agilidade. Pela simplicidade vai agradar novos jogadores ou quem procura algo divertido e simples que vai garantir muitas risadas.

Funciona muito bem com crianças, e até mesmo os pequenos (3 ou 4 anos) podem ser estimulados a ordenarem as bolinhas nos tubos com as mãos de acordo com o padrão da carta.

Excelente jogo, vamos ver quem é o cientista mais rápido?

Não perca nenhuma novidade curtindo nosso canal na Ludopedia, Facebook e no Instagram  e também siga nosso BLOG

 

Anúncios

Plante, negocie,venda feijões e seja o mais rico em Bohnanza!

Não perca nenhuma novidade curtindo nosso canal na Ludopedia, Facebook e no Instagram  e também siga nosso BLOG

bohnanza_caixa3d_completo.png

Bohnanza, do designer Uwe Rosenberg (do Agrícola e Patchwork entre outros) é um jogo de cartas familiar, rápido, com muita negociação extremamente divertido para 2 a 5 jogadores com duração de 30 minutos. Já jogamos em torno de 15 partidas por aqui 🙂

Mas o que fazemos no Bohnanza?

Em Bohnanza somos plantadores de feijões, que desejam plantar, negociar, colher e vender seus feijões para conseguir a maior quantidade possível de moedas.

Cada jogador recebe cinco cartas e o jogo está pronto para começar!

Feijões

Um detalhe muito importante em Bohnanza é que as cartas que você recebe no começo do jogo e vai comprando com o decorrer da partida nunca devem sair da ordem que você as recebeu. Isso é importante para o correto andamento do jogo, então antes de começar a jogar é fundamental explicar essa regra para o pessoal não sair “organizando” as cartas na mão assim que as receber.

O jogo possui quatro fases: Plantar, comprar e negociar, plantar os feijões ganhos e comprar novos feijões.

Moedas

Cada jogador possui dois campos de feijão para plantar dois tipos diferentes e o jogador inicial deve começar plantando o primeiro feijão que está na sua mão, conforme a ordem das cartas que ele recebeu (por exemplo, meu primeiro feijão é um feijão azul, então sou obrigado a planta-lo em um dois meus dois campos).

Plantar o primeiro feijão é sempre obrigatório. Ainda na fase de plantar o jogador da vez pode (ou não) plantar mais um feijão. Esse segundo feijão pode ir para o campo já usado ou pode inaugurar um campo novo. No exemplo abaixo, o jogador optou por plantar dois feijões na sua vez, e assim usar seus dois campos.

2 campos ocupados

Após a fase de plantar vem a fase de negociar, então o jogador da vez vai virar duas cartas do baralho de compra, revelando-as para todos. E ele então pode trocar esses feijões que estão abertos na mesa, bem como feijões da sua mão.

Essa parte da negociação é muito divertida e importante, pois é o momento onde você pode passar para frente cartas da sua mão que não lhe interessam.

Todas as cartas negociadas não voltam para sua mão, mas devem ser plantadas e isso é importante, pois se você já está com seus campos ocupados e recebe novos feijões, você deverá colher e vender os feijões do seu campo (talvez não ganhando nada) para dar espaço para os novos.

Outro ponto importante é que todas as trocas nessa fase devem envolver o jogador ativo. Também é possível doar feijões (sim doar!) para o jogador ativo, ou ele pode doar cartas para outros jogadores. Isso faz sentido pois a ordem das cartas na mão é fixa e talvez seja interessante você se livrar de alguma carta que esteja atrapalhando seus planos de uma plantação mais eficiente e lucrativa.

As doações podem ou não serem aceitas pelos jogadores, não é obrigatório aceitar uma doação. Todas as trocas e doações devem ser plantadas, nunca voltam para a mão.

Se outro jogador (que não o jogador ativo) fez uma troca, ele também deverá plantar esse feijão.  Nunca as cartas voltam para a mão, sempre ficam na mesa e devem ser plantadas (isso é importante).

Após a negociação, os novos feijões são plantados e o jogador da vez compra três cartas de feijão novas e coloca-as no final da sua mão e seu turno encerrou-se.

É possível colher e vender seus feijões a qualquer momento, e eles renderão moedas de acordo com a tabela apresentada na própria carta de feijão (o verso das cartas representa as moedas) e também liberarão seus campos para o plantio de novos feijões. No exemplo abaixo, a colheita e venda de dois feijões comuns rende duas moedas.

Feijão comum

Existe também a possibilidade do jogador comprar um terceiro campo de feijão pagando três moedas por ele. Dessa maneira o jogador terá mais um espaço para plantar feijões, deixando seu jogo mais flexível.

3rd campo

O jogo termina quando o baralho de compra se esgotar pela terceira vez, quem tiver mais moedas é o vencedor.

Acessibilidade

Como trata-se de um jogo de cartas, caso haja alguma dificuldade para segura-las, pode-se usar um “card holder”  para deixa-las dispostas na frente do jogador, sendo assim, é um jogo acessível mesmo para quem tem dificuldade para segurar as cartas o tempo todo (crianças e pessoas de mais idade por exemplo).

Além disso jogadores com algum nível de daltonismo não terão dificuldade pois as cartas possuem desenhos diferentes, e a cor não não influencia em nada para o desenvolvimento do jogo em si.

Pontos positivos

  • Relativamente rápido e com regras simples
  • Preparação de jogo rápida
  • Muito interativo (as trocas e negociações entre os jogadores)

Pontos a considerar

  • Depende essencialmente da interação e negociações, se o grupo não entrar no jogo a partida pode ficar sem graça
  • Bastante dependência da sorte

Devo comprar?

Bohnanza é um jogo que estava esperando sua estreia aqui em casa faz muito tempo, e depois de jogarmos duas partidas bateu aquele arrependimento “porque não jogamos isso antes!”.

O jogo é sensacional, muito simples, rápido, e a parte da negociação extremamente engraçada com as “propostas” que são apresentadas. Não adianta se apegar aos feijões plantados, é preciso saber a hora de vender e aproveitar as oportunidades que surgem.

Cada vez que o baralho de descarte é embaralhado novamente, ele fica menor, então as opções de plantio ficam cada vez mais restritas, afinal muitas cartas já saíram do jogo e estão com os jogadores como moedas, então fazer as combinações ficará cada vez mais complicado e as negociações pegam fogo.

Um jogo obrigatório! E fique de olho pois ele está voltando ao mercado brasileiro pela editora Papergames. E com uma carta promocional que com certeza adicionará bastante ao jogo, a carta do feijão curinga!

bohnanza_promo_capa

Além disso a Papergames traz um manual revisado e atualizado, que esclarece dúvidas que eventualmente podem surgir (como alguns pontos relacionados com a troca de feijões) e também com algumas diferenças importantes, como o uso de 3 campos de feijões quando a partida tem 3 jogadores, e 2 campos com 4 e 5 jogadores, algo que faz bastante diferença na dinâmica do jogo. O jogo também tem uma caixa maior para acomodar as cartas com sleeves e vem com “tapetes” para indicar a quantidade de campos de feijão. São detalhes que deixam essa versão da Papergames muito bacana!

É um jogo simples, muito agradável e divertido, vamos plantar uns feijões?

 

Rubis e mais rubis…bem vindo ao mercado de Istanbul!

Assine nosso canal na Ludopedia e siga nosso BLOG

Curta, divulgue e compartilhe nossa página no Facebook e no Instagram

Negócios acontecem no distrito do bazar em Istanbul. Mercadores correm com seus assistentes por becos estreitos, tentando sempre se manter um passo à frente da concorrência. Uma boa organização é importante: Os carrinhos de mão devem ser completados com mercadorias nos depósitos, e com a colaboração inteligente dos assistentes, levados aos locais de venda mais curtos possíveis é possível adquirir uma grande riqueza na forma de rubis…

caixa

Istanbul, lançado no Brasil pela GROW é um jogo para 2-5 jogadores, idade recomendada 10 anos e com duração estimada de 40 a 60 minutos.

Em Istanbul nosso objetivo é controlar nossos assistentes através dos diversos lugares no mercado com o objetivo de conquistar mais rubis. O jogador que coletar 5 rubis vence (6 se estiverem jogando em 2 jogadores).

Cada jogador possui um mercador e quatro assistentes e o mercador pode-se movimentar até dois espaços adjacentes, e para usar a ação do local onde ele parar o mercador precisa: deixar um assistente ou recolher um assistente.

No exemplo acima, eu visitei o depósito de frutas e deixei um assistente ali (imagem da esquerda), na minha próxima jogada eu irei para o mercado pequeno e deixarei ali um assistente também (imagem da direita).

Dessa maneira você vai se movimentando pelos locais, sempre deixando ou recolhendo os seus assistentes. Se você for a um lugar e não puder deixar nem recolher um assistente ali você não poderá desfrutar do benefício do local onde parou (com exceção do local fonte, que explicaremos mais à frente).

Vamos agora examinar os locais disponíveis para serem visitados no mercado!

fonte

A fonte – É na fonte que você reúne todos os seus assistentes novamente com você. Então é o único local que você pode ir sem nenhum assistente, pois o benefício desse local é justamente reuni-los.

posto-policial

Posto Policial – Você liberta o membro da sua família que estava ali preso e pode manda-lo para qualquer local, independente da distância.

oficina

Oficina – É onde você compra expansões para seu carrinho de mão que lhe permitirá carregar mais mercadorias. Ao comprar 3 expansões você recebe um rubi.

depositos

Depósitos – Existem 3, de frutas, tecidos e especiarias, e no depósito você aumenta o tipo do produto do depósito ao máximo no seu carrinho de mão, simples assim.

correio

Correio – Nesse local você recebe o que está sendo mostrado nos 4 campos visíveis, e cada vez que alguém visita-lo, um dos cubos que está na primeira linha desce para a linha debaixo, revelando outro bem (produto ou dinheiro) que o próximo visitante receberá.

hospedaria

Hospedaria – Aqui você compra duas cartas de bônus e descarta uma nesse local. E ao invés de comprar do monte fechado, você pode optar pela carta que está colocada nesse local.

cha-mercado-negro

Mercado Negro – Você recebe uma das três mercadorias indicas à sua escolha e rola os dados, dependendo do resultado você recebe uma quantidade da mercadoria azul.

Casa de chá – Escolha um número e role os dados, se o resultado for igual ou maior ao número escolhido você recebe o número que você escolheu em liras (dinheiro). Caso contrário receba 2 liras.

mercados

Mercado pequeno / grande – Venda de 1 a 5 mercadorias conforme indicado na carta de encomenda e receba pela quantidade vendida. A carta de encomenda no mercado muda depois de cada venda, portanto a demanda nos mercados está sempre mudando.

palacio-negociante

Palácio do Sultão / Negociante de joias – É aqui que você pode comprar ou trocar mercadorias por rubis. Basta pagar a quantidade de liras (no negociante de joias) ou mercadorias (no palácio do sultão) para pegar um rubi.

mesquita-pequenamesquita-grande

Mesquita grande / pequena – As mesquitas são locais que lhe dão peças que lhe darão algumas vantagens durante todo o jogo, como por exemplo alterar um valor do dado para 4 ou adicionar um quinto assistente. Caso você pegue as duas peças que a mesquita tem (cada jogador pode ter apenas uma peça de cada tipo) você também recebe um rubi.

Além disso existem diversas cartas de bônus que lhe permitem realizar duas vezes a mesma ação, se movimentar além de 2 espaços apenas, etc.

O jogo ainda vem com um resumo de regras, que detalha como as jogadas funcionam e também a função de todas as cartas de bônus, muito útil para cada jogador ir consultando e se familiarizando com as possibilidades.

resumo

O posicionamento dos locais pode ser feito de maneira aleatória ou seguindo três possibilidades que o jogo recomenda. Também existem variantes para deixar o jogo mais desafiador caso o pessoal já esteja “experiente”.

Também existem dois personagens que ficam em lugares aleatórios, o governador que lhe permite comprar uma carta bônus e se interessar pagar para ficar com ela e o contrabandista que lhe permite trocar uma mercadoria por outra ou pegar uma e pagar 2 liras por ela.

contrabandista-governador
Contrabandista (ao fundo / esquerda) e o governador (ao fundo / direita)

Istanbul é uma corrida para ver quem consegue os 5 rubis primeiro. Entender e otimizar os caminhos é essencial. Num primeiro momento pode parecer difícil e complexo, mas após 2 ou 3 rodadas todos já estão familiarizados e pensando nos melhores movimentos.

Funciona bem com 2 jogadores. Joguei uma vez com 5 e dois eram novatos, o jogo se arrastou um pouco e levou um pouco mais de uma hora, mas ao final da partida todos gostaram e gostariam de joga-lo novamente.

carrinho-de-mao
Carrinho de mão, com os cubos indicando a quantidade de cada mercadoria e as expansões

É um jogo que todos precisam estar atentos e participando, pois cada jogada é rápida e se o jogador não se preparar e deixar para decidir a jogada na sua vez o jogo começa a se arrastar.

Ele chegou ao Brasil com um preço alto, embora seja bom é um jogo leve e familiar. Pelo mesmo preço existem opções mais “robustas” digamos, agora se você procura algo leve e tranquilo para jogar com a família e amigos, Istanbul é uma ótima pedida. E se você conseguir compra-lo em alguma promoção ai é realmente imperdível, pois verá bastante mesa 🙂

Loony Quest…que vença o melhor desenhista!

caixa

Na terra maravilhosa de Arkadia, um rei muito antigo não tem herdeiros. Ele organiza um torneio para oferecer o seu trono para o aventureiro mais bravo do reino. Até cinco finalistas viajarão por sete mundos cheios de surpresas…

Loony Quest é um jogo familiar / festivo, com duração de 20 minutos aproximado, para 2 a 5 jogadores com idade recomendada de 8 anos ou mais.

É um jogo de destreza e habilidade, onde os jogadores analisarão um determinado cenário (que se trata de um nível que pertence a um mundo, como se fosse um jogo de videogame, onde você tem as fases) e depois de analisar esse cenário deverão desenhar o que é proposto por esse cenário em uma transparência.

Após fazer o desenho, os jogadores colocarão a transparência por cima do cenário e verificarão se atingiram o objetivo proposto, e se recebem algum bônus ou penalidades por atingirem objetos que não eram permitidos. Cada cenário tem suas características e objetivos, vejamos um exemplo!

cenario-1

Todo cenário na parte inferior possui um campo com as informações a respeito do objetivo e da pontuação. Nesse caso o cenário um possui as seguintes informações (da esquerda para a direita):

obj-cenario-1

  • Quantidade de vezes que a missão será realizada
  • O tipo de missão (ligar dois pontos)
  • O valor em pontos (xp) ao se completar a missão, que nesse caso são 3 pontos
  • Alguns bônus, por exemplo, se o desenho encostar em algum círculo com XP o jogador receberá mais 1 ponto por cada, se encostar em algum inimigo perde 2 e se encostar em algum obstáculo perde 1.

Todos então depois de entenderem o cenário devem desenhar o que foi proposto na sua transparência dentro do tempo disponível na ampulheta!

 

Conforme exemplificado acima, você desenha e depois coloca a transparência em cima do cenário para ver se cumpriu o objetivo (no caso acima sim, pois eu liguei os dois pontos que eram requisitados) e se teve algum bônus ou penalidade. Feito isso contabilizam-se os pontos e os jogadores andam na trilha de pontuação.

marcacao-caixa
A própria caixa funciona como trilha de pontuação

A caixa como trilha de pontuação é uma idéia interessante mas não muito prática, pois fica ruim colocar 2 ou 3 marcadores na mesma posição em caso de empate, aqui preferimos usar outra coisa para marcar os pontos.

Como já mencionei acima, existem fichas de bônus ou penalidades caso você encoste nelas durante o seu desenho. Os raios são bônus e as bombas penalidades.

bonus-e-penalidades

Na primeira fileira temos três tipos de bônus, por exemplo, a banana permite você joga-la na transparência de um adversário e ele não poderá mexe-la e deverá desenhar com ela na transparência durante aquele cenário. Já na parte das penalidades (a fileira debaixo) o primeiro deles é o vórtice, que faz com que o jogador vire o seu tabuleiro para o lado colorido, tornado a fase de desenhar um pouco mais difícil. Existem ainda penalidades que exigem que o jogador desenhe com o braço esticado, equilibrando uma ficha no topo da caneta, etc.

canetas
Kit para os desenhistas…

Existem diferentes tipos de objetivos ainda, como circular objetos e também fazer pontinhos em cima de determinados objetos.

Cada mundo possui 6 cenários (com exceção do sétimo, que possui apenas 4) e o jogo vem com 7 mundos e ainda dois cenários especiais, ou seja, é bastante coisa para jogar. Ao final de cada mundo no último cenário você ainda enfrentará o “chefe” daquele mundo, e com isso fica claro que Loony Quest tem uma idéia de fases de jogos de videogame onde ao final você encontra o chefe da fase.

amp
Desenhando contra o tempo…

É um jogo leve, sem grandes pretensões mas muito divertido pelo fator do desenho. Algumas polêmicas eventualmente surgirão, especialmente se o desenho encostou (ou não) em determinados lugares e objetos, mas isso é tranquilo e fácil de resolver com uma boa conversa e observação.

É o tipo de jogo que agrada quase todo mundo, mas que exige um pouco de habilidade em relação ao desenho, se você não gosta desse tipo de interação, Loony Quest não é para você.

Eu sou péssimo com desenhos e quase sempre fico em último lugar, mas o que não é um grande problema pelas risadas e interações geradas pelo jogo.

É um jogo interessante para as crianças, mas somente para os maiores, pois é necessário um pouco de coordenação entre observar o cenário e fazer o desenho para cumprir os requisitos, o que pode ser um pouco frustrante para os pequenos.

O jogo tem um bom manual e ótimos componentes. As canetas poderiam ser um pouco melhor, mas não é nada que você não resolva comprando outras com ponta fina se você realmente se empolgar e começar a jogar bastante.

É um tipo de jogo bem diferente e você deveria experimentar pelo menos para entender sua proposta, e que vença o melhor desenhista!

Se gostou do nosso conteúdo, siga nosso BLOG para receber notícias e novidades diariamente além de toda Terça uma nova análise de um jogo!

The Meeple in the Middle no Facebook e no Instagram

Poções e explosões…conheça o Potion Explosion!

Caixa.jpg

Coletar ingredientes como lágrimas de unicórnio, muco de ogro, fumaça de dragão e caspa de fada, juntar tudo isso e transformar em maravilhosas poções de sabedoria, exilir do amor cego e destilado abissal entre outras não é uma tarefa fácil, e você já está estudando faz tempo na Academia de feitiços Horribilorum para se tornar um exímio preparador de poções, e afinal, chegou a hora do teste final…

Em Potion Explosion você deve coletar ingredientes e formular com eles poções que lhe renderá pontos ao final do jogo e algumas habilidades especiais durante a partida. Ao final quem somar mais pontos é o vencedor.

bolinhas-2
Pronto para muitas explosões?

Com capacidade para até quatro jogadores, Potion Explosion tem uma pegada do famoso jogo digital Candy Crush, e o jogo possui um dispensador de onde você coleta bolinhas para preencher os espaços em suas poções. Quando você retira um ingrediente e essa ação une dois da mesma cor que estavam separados ocorre uma “explosão” e você deve retirar esses também, o que possibilita ao jogador fazer combos e retirar uma boa quantidade de ingredientes em uma única jogada. Os ingredientes não usados vão para a sua reserva que possui capacidade de armazenar até três. Uma vez que a poção está preenchida, ela é removida e colocada em separado, sendo virada para mostrar que foi preparada. Existem oito poções diferentes que possuem habilidades diferentes, como retirar ingredientes até uma determinada quantidade de uma mesma fileira, coletar dois ingredientes iguais e até mesmo roubar todos os ingredientes da reserva do adversário.

Pocoes.jpg
Suas poções em andamento e sua reserva à direita

Ao completar três poções iguais ou cinco diferentes o jogador recebe uma ficha de bônus que lhe renderá mais quatro pontos ao final. Quando as fichas de bônus se esgotarem todos jogam mais uma rodada e o jogo se encerra. Vence quem acumular mais pontos ao final.

Ainda é possível pedir a “ajudinha” do professor que lhe permite pegar um ingrediente do dispensador mas receber uma penalidade de menos dois pontos ao final do jogo.

Potion Explosion é um jogo relativamente rápido (pode haver uma certa demora na escolha dos ingredientes), muito divertido e com uma mecânica única, de coletar bolinhas de um dispensador para fazer combinações!

Mas não pense que se trata de um jogo simples, pois as habilidades especiais das poções permitem combinações muito interessantes. Confesso que me divirto bastante ao jogar porém sou um péssimo jogador e quase sempre levo uma “surra” da minha esposa.

Professor.jpg
Vai uma “ajudinha” do professor ai?

É um daqueles jogos que chamam a atenção e praticamente todos podem jogar, inclusive crianças. Pode ser jogado de maneira mais despretensiosa e tranquila, mas pode também “fritar” um pouco o cérebro com combinações e habilidades combinadas.

Funciona muito bem em dois jogadores, sendo um jogo mais leve porém estratégico, pois ambos conseguem fazer um certo planejamento das possibilidades em seu turno!

A caixa é muito boa, inclusive o dispensador depois de montado fica perfeitamente acomodado!

componentes

Por um preço razoável, bons componentes (inclusive com bolinhas reservas) além do bom manual Potion Explosion pode preencher na sua coleção aquele espaço para um jogo rápido, leve e diferente de tudo o que você já possui.

Se gostou do nosso conteúdo, siga nosso BLOG para receber notícias e novidades diariamente além de toda Terça uma nova análise de um jogo!

The Meeple in the Middle no Facebook e no Instagram

 

Prepare seus hashis…vem ai SUSHI GO!

Prepare seus hashis…vem ai SUSHI GO!

Se gostou do nosso conteúdo, siga nosso BLOG para receber notícias e novidades diariamente além de toda Terça uma nova análise de um jogo!

The Meeple in the Middle no Facebook e no Instagram

Preparem seus hashis (aqueles palitinhos usados para comer comida japonesa) pois está chegando na mesa o saboroso, suculento e delicioso…SUSHI GO!

SUSHI GO é um fogo festivo, para jogar com a turma e família, com capacidade para dois a cinco jogadores e uma duração de 15 a 20 minutos por partida.

O objetivo em SUSHI GO é coletar cartas em certas combinações para pontuar da melhor maneira possível. O jogo é extremamente simples, porém não se deixe enganar, embora simples ele é muito divertido e interativo.

O jogo se passa em três rodadas e no início de cada uma os jogadores recebem uma quantidade de cartas (de acordo com o número de jogadores) e cada um deve escolher qual carta manterá em sua mesa. Uma vez que todos os jogadores escolheram a carta que manterão todos revelam qual carta escolheram e devem passar suas cartas que ainda estão na sua mão para o jogador que está a sua esquerda.

Dessa maneira, as cartas vão “rodando” entre todos os jogadores, que repetem o mesmo processo, de escolher uma carta para manter, revelar e passar novamente as cartas.

Quando todas as cartas forem escolhidas, os jogadores devem então calcular sua pontuação de acordo com as cartas que escolheu e as combinações que foram formadas. Ao final de três rodadas quem pontuou mais é o vencedor!

Vamos dar uma olhada nas cartas e possíveis combinações!

Tempura – São necessárias duas cartas de tempura para marcar 5 pontos

Sashimi – São necessárias três cartas de sashimi para marcar 10 pontos

Gyoza – Essa carta pontua de acordo com a quantidade que você tiver em sua mesa, sendo 1 carta 1 ponto, 2 cartas 3 pontos, 3 cartas 6 pontos, 4 cartas 10 pontos e 5 cartas 15 pontos

Pudim – Quem tiver mais cartas de pudim recebe 6 pontos, quem tiver menos perde 6 pontos

Maki – Quem tiver mais rolinhos maki recebe 6 pontos, quem for o segundo com mais rolinhos recebe 3.

Nigiri – Existem três tipos de cartas de Nigiri, que valem 1,2 e 3 pontos respectivamente

Wasabi – Se você colocar uma carta de Wasabi em cima de uma carta de Nigiri o valor do Nigiri triplica, ou seja, se você colocar um Wasabi em cima de um Nigiri que vale 3, você receberá 9 pontos (3×3).

Além disso existe a carta de hashi (palitos) que permite você escolher duas cartas para baixar na sua vez (ao invés de uma) e coloca-la de volta em sua mão para passa-la para o jogador ao seu lado.

Todas as pontuações por maioria (pudim e rolinhos maki) são compartilhadas em caso de empate. Por exemplo, se dois jogadores tiverem a maioria em pudim eles dividem os 6 pontos. O mesmo acontece no caso da minoria em pudim, se três jogadores tiverem a minoria no pudim todos eles perdem 2 pontos (6 dividido por 3).

O jogo vem em uma latinha muito simpática e fácil de transportar. A arte do jogo é muito bonita, com cartas coloridas e com um pequeno texto em cada uma explicando a respeito da pontuação, o que facilita para todos aprenderem o jogo.

SUSHI GO está sendo lançado no Brasil pela DEVIR e na minha opinião é um jogo obrigatório, pelos seguintes pontos:

  • Partidas rápidas, especialmente depois que todos já conhecem as cartas
  • Muito divertido pelas trocas de cartas entre os jogadores
  • Tem uma dose de sorte interessante e escolhas bacanas que você deve fazer, pois você pode ter diversas cartas interessantes, mas poderá escolher somente uma!
  • Joga bem com 3,4 e 5 jogadores
  • Pode ser jogado facilmente com crianças e pessoas não acostumadas com jogos

Pontos negativos:

  • Em dois jogadores ele fica muito “seco” pois você estará trocando cartas com apenas uma pessoa. Talvez com a variante proposta no manual para uso de um terceiro jogador “fantasma” o jogo fique melhor, mas existem outras opções melhores no mercado para apenas dois jogadores.

Rápido, simples, muito divertido, SUSHI GO é uma ótima pedida e com certeza tem espaço em todas as coleções! Ah, e não esqueça, se jogar SUSHI GO com fome é provável que você saia da mesa ao final da partida e vá diretamente a um restaurante japonês…

Jogos para crianças – A série! (Parte 3)

Em nossa análise de hoje falaremos a respeito da:

A Ilha Proibida

Capa

“A ilha Proibida era o refúgio longínquo de um antigo povo místico conhecido como os Arqueanos. De acordo com as lendas os Arqueanos possuíam a habilidade de controlar os principais elementos de nosso planeta – o fogo, o ar, a água e a terra – através de quatro tesouros sagrados: O Cristal do Fogo, a Estátua do Vento, o Cálice do Oceano e a pedra da Terra. Por causa do potencial que estes tesouros tinham de causar danos catastróficos se viessem a cair nas mãos erradas, os Arqueanos mantinham-nos escondidos em segredo na Ilha Proibida e projetaram-na de modo a afundar caso algum dia invasores tentassem roubar os tesouros. Nos séculos que se seguiram à misteriosa ruína do império dos Arqueanos a Ilha Proibida continuou sem ser descoberta…até agora!

Será que seu grupo será o primeiro a ultrapassar as fronteiras, encontrar os tesouros e sair de lá com vida?

 Continuando nossa série de jogos para crianças vamos falar hoje a respeito do “A Ilha Proibida” lançado no Brasil pela DEVIR.

A Ilha Proibida é um jogo cooperativo (ou seja, os jogadores cooperam entre si para vencer o tabuleiro) onde o nosso objetivo é coletar os quatro tesouros que estão na ilha e sair de lá com vida.

Como em todo jogo cooperativo as condições de derrota são maiores do que a de vitória, portanto a equipe perde o jogo se:

  • Um dos tesouros não puder ser coletado se ambos os terrenos dele afundarem
  • O marcador do nível de água chegar na caveira
  • Um dos personagens não puder “nadar” até um terreno próximo caso o terreno onde ele estiver afunde
  • A pista de aterrissagem afundar impedindo os jogadores de saírem da ilha

O jogo é composto por vinte e quatros peças de terreno que formam a ilha, cartas de tesouro, cartas de alagamento, cartas dos personagens, um marcador do nível da água além dos tesouros.

Componentes
Os componentes e a lata do jogo

Monta-se a ilha colocando as vinte e quatro peças de terreno da ilha de acordo com o manual, e esse processo já mostra que o jogo tem uma possibilidade grande de variação, pois a disposição de algumas peças será quase sempre diferente, o que pode alterar como a partida se desenvolverá.

Cartas 2
Algumas cartas

Feito isso pode-se sortear ou escolher os personagens, e cada um deles possui uma habilidade diferente que vai ajudar o grupo durante o jogo.

Com o jogo preparado devemos então começar o “alagamento” da Ilha, selecionando as seis primeiras cartas do baralho de alagamento, e esse mecanismo é bem interessante, pois as peças de terreno da ilha possuem duas faces, uma delas mostrando o terreno e o outro lado mostrando o mesmo terreno, porém com uma coloração azulada, indicando que esse terreno está alagado e caso ocorra mais algum alagamento ali esse terreno afundará e será retirado, portanto do tabuleiro.

Com a ilha devidamente “alagada” cada jogador então deve realizar até três ações, sendo possível:

  • Se movimentar a um terreno adjacente
  • Drenar um terreno alagado (virando-o para o lado normal)
  • Entregar uma carta para outro jogador que esteja no mesmo terreno que você
  • Pegar um tesouro

Para pegar um tesouro é necessário ter quatro cartas do respectivo tesouro e estar em um dos terrenos da ilha com a indicação do tesouro (existem dois terrenos para cada tesouro).

Após então realizar suas ações, o jogador compra duas cartas do baralho de tesouro (pode ficar na mão com no máximo cinco cartas) e nesse baralho de tesouro existem as cartas de tesouro, sacos de areia, fuga de helicóptero e cartas de alagamento!

Marcador agua
O temível marcador de nível da água

Quando uma carta de alagamento surge, o nível de água no marcador deve subir um nível (esse marcador indica quantas cartas de alagamento serão viradas no turno da Ilha) e as cartas que já foram usadas no baralho de alagamento são embaralhadas e colocadas no topo desse baralho novamente, ou seja, a chance de alguns terrenos já alagados saírem do jogo aumenta (pois quando um terreno já está alagado aparece novamente no baralho de alagamento ele deve ser retirado do jogo juntamente com sua carta).

Depois do jogador chega a vez da Ilha! Deve-se virar a quantidade de cartas do baralho de alagamento indicada pelo marcador de água, alagando ou removendo esses terrenos do tabuleiro.

Após o turno da Ilha o próximo jogador executa suas ações e a vez retorna novamente para a Ilha.

Terrenos
Os terrenos da ilha…

O jogo então avança, onde os jogadores tentarão manter os terrenos da ilha drenados e coletando cartas para pegar os tesouros enquanto a ilha vai afundando impiedosamente.

Terrenos Alagados
A vaca (quer dizer, a ilha) indo para o brejo…

Esse jogo funciona extraordinariamente bem com crianças por algumas razões:

  1. Ele tem um tema muito bem desenvolvido (a ilha é visível, as cartas, etc)
  2. Ele é cooperativo (o que vai ensinar e ajudar os pequenos a pensarem dessa maneira e encarar as derrotas também)
  3. Ele tem sua dificuldade ajustável
  4. Ele visualmente é muito bonito, especialmente pelos quatro tesouros serem objetos ao invés de apenas cartas
  5. É possível simplificar o jogo (seja diminuindo o tamanho da ilha, retirando cartas de alagamento, etc)
  6. Ele é muito simples, onde até mesmo crianças mais novas conseguirão entender alguns aspectos do jogo
  7. Ele é relativamente rápido
  8. Disponível no Brasil pela DEVIR (e dá para encontrar usado também)

Além do que já mencionei, o jogo também trabalha algumas questões com as crianças, como atenção para encontrar os terrenos no tabuleiro que devem ser alagados, contagem de cartas, número de cartas para coletar o tesouro, etc.

Decks
O baralho de alagamento (azul) e de tesouro (vermelho)

Recomendo a Ilha Proibida para jogar com os pequenos, é um jogo simples de montar, jogar e que vai divertir bastante!

Veja a segunda parte e a Primeira parte da série de jogos para crianças!