Um clássico dos jogos abstratos, Rummikub vai fazer você fritar os miolos

Rummikub.jpg

Rummikub, um jogo criado pelo judeu Ephraim Hertzano, nos idos de 1930, é um jogo abstrato para 2 a 4 jogadores, onde o seu objetivo é descartar todas as suas peças, colocando-as na mesa em algumas combinações que o jogo permite.

Como se joga?

Cada jogador começa com seu suporte (para esconder suas peças) e recebe 14 peças. O jogo conta com 106 peças, em quatro cores diferentes, sendo que cada cor possui dois conjuntos numerados de 1 a 13, totalizando 104 peças, além de duas peças coringas.

Cada jogador na sua vez tem duas ações, sendo necessário escolher uma:

  • Colocar uma ou mais peças na mesa

ou

  • Comprar uma peça

Se o jogador optar por colocar uma peça na mesa ele precisa respeitar as combinações permitidas pelo jogo. Existem dois tipos de combinações: os grupos e as sequências.

  • Grupos são conjuntos de 3 ou 4 peças, do mesmo número em cores diferentes.
  • Sequências são conjuntos de 3 ou mais peças, da mesma cor e com números em sequência.

Na sua primeira jogada você pode colocar na mesa tanto grupos e/ou sequências na mesa que suas peças permitirem, mas é necessário que a soma de todos os números colocados na mesa seja no mínimo 30. Veja no exemplo abaixo, tanto no primeiro caso quanto no segundo a somatória dos números é 30 ou mais.

img-20181108-wa00061146520622.jpg

img-20181108-wa0005-323483466.jpg

Depois que você fez sua primeira jogada, nas jogadas posteriores você poderá colocar na mesa grupos e/ou sequências com suas peças, mas poderá também adicionar suas peças aos grupos e sequências que já estão na mesa (somente se você já tiver feito sua jogada inicial que deverá somar no mínimo 30).

A possibilidade de manipular as peças que estão na mesa para montar novos grupos e/ou sequências para encaixar as peças que você possui que torna Rummikub um jogo sensacional.

Você pode, por exemplo, desfazer 3 grupos para montar 2 sequências e encaixar algumas peças que você possuía na mão nessas novas sequências. Ou você pode simplesmente adicionar peças às sequências e grupos que já estão na mesa.

img-20181108-wa0008-44598015.jpg

No exemplo acima existem já uma sequência e um conjunto na mesa e o jogador poderia colocar o 13 no conjunto 13, além de remover um 8 da sequência formando um novo conjunto com três peças número 8 como abaixo:

img-20181108-wa0007-788371318.jpg

Acessibilidade

O jogo depende da visualização das cores corretamente, e caso haja alguma dificuldade desse sentido o jogador não conseguirá jogar bem, pois não existe outra identificação além da cores e números. O jogo também exige a manipulação de peças, e se o jogador tiver restrição nesse sentido pode ser prejudicado, não desfrutando do jogo da melhor maneira possível.

img-20181108-wa0011-1916461526.jpg

Legenda da imagem: C – Visão comum / P – Protanopia / D – Deuteranopia / T – Tritanopia).

Dá para jogar com crianças?

Particularmente acho inviável, pois o jogo exige bastante em termos de possibilidades e combinações, e alguns adultos já demorarão bastante em seu turno em virtude da grande quantidade de combinações. Então acho que existem opções bem mais interessantes para os pequenos (você pode visitar nossa sessão de jogos infantis clicando aqui).

O que achamos?

Por permitir essa manipulação da mesa é que Rummikub é um clássico, que vai colocar todos para pensar e achar possibilidades para se livrar das peças em mãos. Ele entretanto pode tornar-se um jogo demorado, sendo recomendado usar um timer ou ampulheta para colocar duração na vez de cada jogador, pois as possibilidades serão grandes e talvez um jogador ou outro possam passar tempo demais pensando em maneiras de se livrar das suas peças.

É possível ainda jogar contando pontos, no sistema melhor de 3 ou 5, sendo que aquele que se livrou de todas as peças não marca pontos e as peças que ficaram na mão valem pontos negativos. Nesse caso o Coringa vale 20 pontos e vence ao final quem tiver mais pontos positivos.

Uma curiosidade é que Rummikub é um jogo muito popular, possuindo até mesmo campeonato mundial, que ocorre desde 1991 a cada 3 anos. Outro fato bacana é que em 2009 a brasileira Andréa Papazissis foi a campeã mundial. E a edição do campeonato 2018 acontece agora em Novembro, em Israel na cidade de Jerusalém (mais detalhes aqui).

Rummikub

Outra curiosidade é que o jogo foi criado para uso pessoal e depois começou a ser vendido pelo criador de porta em porta, sendo que a produção inicial era totalmente manual.

O jogo também já venceu o aclamado prêmio alemão Spiel des Jahres em 1980.

Tendo sido o mais vendido nos Estados Unidos em 1977 é um excelente jogo abstrato, muito simples, que deve fazer parte da sua coleção se você gosta do gênero ou quer um jogo bem acessível que vai colocar todos na mesa para pensar, e como é produzido pela GROW pode ser encontrado por um preço bacana, bem abaixo dos jogos abstratos nacionais.

Um clássico dos jogos abstratos, sendo uma ótima opção você e toda a família e amigos.

Não perca nenhuma novidade curtindo nosso canal na Ludopedia, Facebook, Pinterest e no Instagram  e também siga nosso BLOG.

Anúncios

Desenhe estradas e conecte suas uvas e fazendas em Avenue!

wp-1530310223719-243076263.jpg

Avenue, lançado no Brasil pela Papergames, é um jogo onde cada jogador vai desenhar estradas, tentando conectar o máximo de uvas às suas fazendas e castelos…

Um jogo para 1 a 10 jogadores (na verdade o número acaba sendo bem maior se todos conseguirem ver as cartas) com duração média de 15 a 20 minutos, para jogadores à partir de 14 anos.

Como se joga?

Cada jogador recebe uma folha de mapa, uma caneta ou lápis (que não acompanha o jogo). Embaralha-se o baralho de estradas e de fazendas.

Revela-se a primeira fazenda do baralho de fazenda e o jogo está pronto para começar (no exemplo abaixo a primeira fazenda a pontuar seria a B).

wp-15303103746511269279596.jpg

O objetivo é fazer a maior quantidade de pontos ao final da partida e para isso os jogadores vão desenhando em seu mapa as estradas que vão sendo reveladas para conectar as uvas às fazendas.

A cada rodada uma fazenda será a fazenda a ser pontuada, isto é, ao final da rodada se contará quantas uvas estão conectadas. A rodada termina quanto 4 cartas de estradas de cor amarela forem reveladas. Quanto a quarta carta amarela aparece, os jogadores fazem essa estrada normalmente e depois contam seus pontos.

wp-1530310339270967127630.jpg

O jogo se passa em 5 rodadas, ao final delas somam-se os pontos.

Na parte lateral do mapa existe um local para anotar a fazenda da rodada e cada pontuação, bem como a pontuação final dos castelos, a pontuação negativa (dos zeros que falo abaixo) e o total, mostrando assim o cuidado na concepção do jogo.

wp-15303104641482045112692.jpg

Um pouco além da simplicidade inicial existem alguns detalhes que deixam o jogo bem interessante, como o fato de que você precisa sempre fazer mais pontos que sua fazenda anterior. Por exemplo, se na primeira rodada eu fiz 10 pontos, na próxima eu precisarei fazer mais de 10. Se eu não conseguir eu farei naquela rodada 0 (zero) pontos e cada 0 pontos no final do jogo me tiram 5 pontos.

Além disso existem 2 castelos no mapa, e no final da partida cada uva roxa ou verde conectada ao castelo roxo ou verde rende 1 ponto cada, possibilitando assim aos jogadores construírem essa pontuação de final de jogo.

Acessibilidade

É um jogo onde cada jogador precisa desenhar as estradas, e o desenho pode ser feito de qualquer maneira, desde que represente de maneira clara o tipo de estrada, então não é recomendado para pessoas com dificuldades motoras nesse sentido.

wp-15303112185561321479534.jpg

Legenda da imagem: C – Visão comum / P – Protanopia / D – Deuteranopia / T – Tritanopia).

Além disso, quem tem dificuldade para enxergar cores pode ter um pouco de dificuldade para diferenciar os castelos, embora seja possível fazer alguma anotação no mapa para identificar cada um, não sendo isso um grande problema. As uvas possuem formatos diferentes, o que facilita na identificação de cada tipo.

wp-1530310418670999097848.jpg

Além disso na parte inferior do mapa (como no mapa acima) existem números que identificam as estradas, sendo assim o jogador não precisa necessariamente ver qual estrada foi revelada, apenas o número da carta já é suficiente para ele se orientar, o que facilita muito o jogo!

wp-1530310300580-380783341.jpg

Dá para jogar com crianças?

Somente com os mais velhos, pois embora seja simples em sua concepção, Avenue precisa de certo planejamento e tomada de decisão com base nas cartas que vão aparecendo, o que pode ser bastante difícil para os pequenos.

O que achamos?

Um belo lançamento da Papergames, que vem para preencher a lacuna de jogos de desenhar com papel e caneta. Embora simples é muito divertido e interessante, fazendo com que cada estrada seja bem pensada para não atrapalhar seu desenvolvimento. Os castelos no final do jogo também deixam a partida com aquele planejamento de longo prazo. O uso das cartas para mostrar as estradas é ótimo pois deixa o jogo muito tático. Depois de algumas partidas você vai começar a entender as melhores decisões, o que pode deixar os novatos em certa desvantagem com quem já jogou algumas vezes.

A Papergames lançou no Brasil a versão normal que vem apenas com um bloco de mapas (mapa A) e uma versão especial que vem com 3 blocos (mapas A, B e C). Se o estilo de jogo lhe interessa compre a versão especial, pois vale à pena a diversidade de mapas.

wp-1530310491447-2037603139.jpg

Se você fica preocupado com medo dos mapas acabarem você pode compra-los posteriormente ou se preferir plastificar alguns e jogar com canetinhas, apagando os mapas depois da partida. Uma excelente opção para jogar em duas pessoas, pela rapidez e pela possibilidade de jogar em qualquer lugar.

Ótimo jogo, simples, portátil, tático, dá para jogar em qualquer lugar, Avenue é obrigatório!

Curta e compartilhe nosso conteúdo com seus amigos e siga nosso BLOG e nossos canais na Ludopedia,  Facebook e no Instagram.

 

 

Decore as paredes do palácio real em “Azul”

IMG_1646

Indicado ao famoso prêmio alemão “Spiel des Jahres” 2018, Azul é um jogo para 2 a 4 jogadores, com duração de 30 minutos, onde cada jogador assume o papel de um artista de azulejo que foi convocado pelo rei de Portugal para decorar seu palácio com os belo azulejos.

Como se joga?

Cada jogador recebe um tabuleiro, um marcador da trilha da pontuação que está na parte de cima do tabuleiro. Em seguida colocam-se no centro da mesa as “fábricas” de onde sairão os azulejos para cada jogador. O número de fábricas varia de acordo com o número de jogadores.

Depois colocamos em cada fábrica 4 azulejos sorteados aleatoriamente do saquinho de azulejos. O marcador de jogador inicial é colocado no centro da mesa também e a partida está pronta para começar.

Na partida abaixo temos a mesa pronta para 2 jogadores.

IMG_1651_Facetune_25-05-2018-19-04-39

Na sua vez você tem apenas uma jogada para fazer: Recolher azulejos ou de uma das fábricas ou do centro da mesa. Então você sempre recolherá azulejos na sua vez.

Quando você recolhe os azulejos, existe uma regra a ser seguida: Você sempre recolherá todos os azulejos daquele tipo, seja do meio ou seja de uma fábrica.

Por exemplo abaixo, na fábrica mais à direita existem 2 azulejos amarelos, então se eu quiser o amarelo, eu terei que recolher os 2. Se eu quiser recolher do centro da mesa, eu tenho que seguir a mesma regra, pegar todos do mesmo tipo, não importa a quantidade deles. Nesse caso se eu precisar de amarelo e quiser pegar do centro, terei que pegar os 4 que ali estão.

IMG_1652

Depois de recolhidos, o que sobrar na fábrica vai para o centro da mesa, e eles agora se tornam mais uma opção de escolha, com o passar do tempo o centro da mesa vai se tornando um lugar cheio de azulejos.

Se eu recolher do centro da mesa, eu pego o marcador de jogador inicial e ele vai para a parte inferior do tabuleiro, onde eu coloco os azulejos que não couberam na parede. Essa trilha é a que dá pontos negativos.

Os azulejos depois de recolhidos vão para a parte esquerda do seu tabuleiro, onde você tem 5 trilhas.

Você escolhe em qual fileira vai posiciona-los.

Se você eventualmente não tiver espaço para todos o que você pegou, depois de posiciona-los em alguma fileira, os demais devem ir para trilha inferior de pontos negativos.

IMG_1653_Facetune_25-05-2018-19-07-45

Depois que os azulejos terminarem de ser recolhidos, vem a parte da movimentação.

Todas as fileiras que estiverem completas do lado esquerdo terão o azulejo movido para o respectivo lugar no lado direito, sempre começando com as fileiras de cima para baixo.

As fileiras do lado esquerdo incompletas permanecem.

O jogo termina quando um jogador completar uma fileira no lado direito.

Veja o exemplo abaixo. Nesse caso o jogador moveria da esquerda para a direita as 3 primeiras fileiras que estão completas. A quarta fileira (azul) não seria movimentada pois ainda está incompleta.

IMG_1654_Facetune_25-05-2018-19-09-30

Cada azulejo movido (da esquerda para a direita) vale um ponto, e se ele estiver adjacente a outros azulejos tanto na horizontal quanto na vertical, você recebe um ponto a mais por cada um adjacente.

A pontuação é feita conforme a movimentação, sempre da primeira fileira em cima para baixo, isso é super importante pois afeta a pontuação.

No exemplo abaixo o jogador recebe:

1 ponto pelo azulejo verde

2 pontos pelo preto (1 ponto pelo preto e mais 1 pelo verde que está adjacente)

3 pontos pelo vermelho (1 pelo vermelho, mais 2 pelo preto e verde adjacentes)

Totalizando 6 pontos. Ele perde 1 ponto pois pegou o marcador de jogador inicial.

IMG_1655_Facetune_25-05-2018-19-10-22

Depois de todos os jogadores terem movido seus azulejos e contabilizados a pontuação (incluindo os pontos negativos), o marcador de jogador inicial volta para o centro da mesa, as fábricas são preenchidas novamente e o jogador que estava com o marcador de jogador inicial começa.

Ainda existem 3 padrões que dão pontos ao final da partida: Uma coluna completa vale 7 pontos, uma linha vale 2 e um conjunto de 5 do mesmo tipo completo vale 10 pontos.

Acessibilidade

Embora muito colorido, jogadores com dificuldade em distinguir cores não enfrentarão dificuldades com Azul, pois as cores se distinguem bem. Caso algum dos jogadores tenha restrição ou dificuldades com movimentos Azul pode ser um problema, pois ele exige a colocação das peças adjacentes e qualquer movimento mais brusco pode bagunçar o tabuleiro, deixando a experiência um pouco mais complicada eventualmente.

IMG_1660

Legenda da imagem: C – Visão comum / P – Protanopia / D – Deuteranopia / T – Tritanopia).

 Dá para jogar com crianças?

Somente com crianças um pouco mais velhas, pois o jogo exige que o jogador faça um planejamento de quais peças ele vai pegar, para tentar pontuar melhor e também tentar atingir algum padrão de pontuação final. Além disso também é necessário ficar de olho nos oponentes e também avaliar as melhores peças pelas quantidades disponíveis, então exige um pouco mais dos jogadores.

Pode-se jogar de modo mais casual também, mas é um jogo que exige um pouco mais dos participantes de uma maneira geral.

O que achamos?

Azul é um jogo abstrato, onde o tema nada importa no fim das contas. Também é um jogo sem nada de revolucionário. Entretanto seu grande charme é sua beleza, pois as peças de resina são muito bonitas, e também sua simplicidade.

É um jogo muito divertido, onde você precisa se organizar, escolher bem as peças e também pensar à longo prazo. Foi disparado o jogo mais jogado por aqui esse ano, com mais de 40 partidas, sendo que geralmente no esquema “melhor de 3”.

Funciona muito bem em 2, 3 e 4 pessoas, em 2 pessoas o jogo tende a ser um pouco mais agressivo, pois a disputa pelas peças fica mais direta, mas dá para jogar sem aquele alto nível de conflito, pois você acaba precisando priorizar seu jogo ao invés apenas de tentar atrapalhar seu oponente.

Ele abrange todo tipo de jogador, e funciona muito bem com jogadores casuais, que entenderão bem as regras e a maneira de jogar, mas que com certeza ao final da partida desejarão repetir a experiência.

IMG_1647_Facetune_25-05-2018-18-41-52

Um ponto de atenção é que o jogo pode também ser jogado de modo bastante agressivo e as vezes pode ser frustrante, pois você pode deliberadamente pegar peças que seu oponente tanto precisa, e a frustração pode acontecer ao pontuar negativamente de maneira a deixa-lo praticamente fora da disputa pela vitória (sim, é possível fazer 8, 10 ou mesmo 14 pontos negativos em uma rodada).

Se você gosta de jogos abstratos ou não faz tanta questão do tema e quer ter à mão um belo jogo para começar sua noite de jogatina ou para jogar casualmente com amigos e familiares, Azul é uma ótima opção.

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com seus amigos e siga nosso BLOG e nossos canais na Ludopedia,  Facebook e no Instagram.

Antecipe-se, colha mais sementes e vença nesse jogo para 2 pessoas – Mancala!

20180309_171306-2124266594.jpg

Mancala (ou jogo da semeadura, ou ainda jogo da contagem e captura) é um jogo muito antigo, que embora não tenha sua história definida de maneira muito clara é um jogo presente em muitas sociedades africanas e asiáticas, tendo em muitas delas um papel tão importante quanto o xadrez no ocidente.

É um jogo muito simples e fácil, para 2 jogadores, com duração média de 10 minutos, mas que apresenta algumas decisões interessantes ao decorrer da partida.

Como se joga?

Coloca-se o tabuleiro no centro da mesa. Distribui-se as sementes em quantidade igual nas cavidades de cada lado (menos nas cavidades laterais) e o jogo está pronto para começar.

Seu objetivo é coletar na sua cavidade lateral (a maior, que está à sua direita) a maior quantidade possível de sementes, portanto vence ao final da partida quem tiver mais sementes na sua cavidade lateral.

Na sua vez você deve escolher uma das cavidades na sua frente, pegar todas as sementes que estão ali e distribui-las em sentido anti-horário até acabarem. Essa distribuição inclusive pode continuar nas cavidades do lado adversário.

Veja o exemplo abaixo, o jogador que está controlando as cavidades inferiores escolhe movimentar sua cavidade que possui 4 sementes.

20180309_172239477049702.jpg

Ele então pega todas e sai distribuindo pelas demais cavidades, em sentido anti-horário, até terminarem.

20180309_1723051199527033.jpg

Repare que ele deixou uma semente na sua cavidade à direita, então ele já tem 1 ponto, e além disso ele continuou a distribuição até o lado adversário. Se a distribuição chegar até a cavidade lateral do adversário você não deixa uma semente lá e continua a distribuição do seu lado.

E é justamente esse sistema de distribuição que apresenta os pontos interessantes do jogo, pelo seguintes aspectos:

  • Toda vez que sua distribuição terminar na sua cavidade à direita, você pode jogar novamente, isto é, pegar mais uma cavidade do seu lado e fazer a distribuição.
  • Toda vez que você terminar a distribuição em uma cavidade do seu lado que estava vazia, você pega todas as sementes que estão na cavidade adversária que está do outro lado e acrescenta essas sementes à sua maior cavidade, portanto, terminar em lugares vazios do seu lado vai lhe render alguns pontos!

Veja outro exemplo abaixo, eu tenho 2 sementes em uma cavidade,

20180309_173031-275014153.jpg

Ao movimentar essas sementes a última vai terminar em um espaço do meu lado que está vazio,

20180309_173038-253603185.jpg

portanto eu pego todas as sementes que estão no espaço adversário em frente, colocando-as na minha cavidade lateral, ganhando assim mais pontos!

20180309_17305368320676.jpg

Quando todas as cavidades do seu lado estiverem vazias, o jogo termina e todas as sementes que tiverem ainda nas cavidades adversárias vão para ele. Contam-se as sementes e quem tiver a maioria vence.

É importante lembrar que Mancala, sendo um jogo antigo e popular, possui algumas variações e regras diferentes, que você pode descobrir pesquisando na internet por exemplo.

Acessibilidade

Como o jogo não lida com cores ele é totalmente acessível para quem tem alguma dificuldade visual com cores. Entretanto como é um jogo que manipula peças, se a pessoa tiver alguma restrição ou dificuldade com movimentos pode ter um pouco de dificuldade, embora possa jogar com auxílio da outra pessoa sem problemas.

Dá para jogar com crianças?

SIM! Mancala é ideal para ensinar adição e subtração, além de lógica e raciocínio para levar a criançada a procurar as melhores maneiras de capturar a maior quantidade de sementes. Também é adaptável, sendo que você pode começar o jogo com a quantidade de sementes que você quiser nas cavidades, deixando-o mais simples.

O que achamos?

Um jogo simples, rápido mas que entrega uma boa quantidade de decisões bacanas. Pode ainda ser usado como peça de decoração, como você pode ver abaixo!

Mancala

Além disso, é um jogo muito acessível, sendo que você pode inclusive fazer sua versão caseira (aprenda a faze-la clicando aqui).

O segredo é tentar calcular seus movimentos e antecipar-se, tentando capturar o máximo de sementes e tentar jogar algumas vezes em sequência.

É um jogo bem interessante, para qualquer público e idade, que será jogado em partidas rápidas e talvez em melhor de 3 ou 5.

A versão que temos é a Mini Mancala da MITRA jogos, conheça mais aqui.

Então chega de conversa, é hora de semear e colher em Mancala!

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com seus amigos e siga nosso BLOG e nossos canais na Ludopedia,  Facebook e no Instagram.

 

 

Escolha seu lado na Reforma Protestante em Sola Fide: The Reformation

Caixa

A 500 anos atrás a Europa foi abalada de uma maneira que marcaria sua história. Um movimento iniciado por Martinho Lutero e que sacudiu a Europa por diversos anos. A Reforma protestante foi um marco histórico que dividiu a Igreja Católica daqueles que divergiam de diversas práticas suas.

Em Sola Fide: The Reformation você assumirá um dos lados da Reforma. Os protestantes desejam implementa-la em toda a Europa, e os Católicos desejam impedi-la.

É um jogo para 2 pessoas, com duração de 30 a 60 minutos onde cada jogador deseja conquistar os territórios europeus, vencendo aquele que tiver mais pontos ao final da partida.

Cartas

Como se joga?

Sola Fide é um jogo de seleção de cartas e controle e influência de área. Cada jogador possui um baralho de 15 cartas (que pode ser preparado antes da partida, no modo de seleção de cartas) e essas cartas permitirão você realizar diversas ações.

As cartas pretas são do lado Católico, já as vermelhas pertencem aos protestantes.

O jogo é composto então pelo baralho de cada jogador, e os territórios que serão disputados entre eles. O jogo conta com 10 territórios, porém inicialmente somente 3 estão abertos para os jogadores. Quando um território sai de jogo, dois novos são abertos.

Cada território possui algumas informações:

  • Nome do território (No centro na parte inferior)
  • Pontos que o território vale (no lado inferior direito)
  • Duas trilhas de influência (uma em cada lateral)
  • Uma trilha de poder (na parte superior, com o cubo amarelo)

territorio-1.jpg

O objetivo de cada jogador é dominar os territórios. Isso acontece quando o território tem uma de suas trilhas de influência dominada por um dos lados e a trilha de poder está daquele lado.

Parece meio confuso, mas não é!

Veja o exemplo acima, o território “Upper Rhenish Circle” está totalmente influenciado pelos protestantes no lado direito (os protestantes são os cubos vermelhos), e a trilha de poder (cubo amarelo) está do lado que está totalmente influenciado, ou seja, esse território foi dominado pelos protestantes e foi ganho pelo jogador que está controlando-os.

Protestante

Existem territórios que possuem seus lados com mais influências católicas ou protestantes, sendo assim mais fácil domina-los.

Na vez do jogador, ele tem somente 2 ações disponíveis:

  • Comprar uma carta (limite da mão são 5)
  • Jogar uma carta

Só isso!

Catolico

O grande ponto do jogo são as opções que as cartas dão. Cada carta vai lhe permitir:

  • Converter territórios (ou seja, colocar um cubo seu em um dos lados de algum território, de modo a formar a maioria ali, ou remover cubos adversários de algum território para diminuir a influência do seu oponente).
  • Mudar o poder (ou seja, mover o cubo amarelo, que representa o poder dominante no território, para lhe favorecer ou prejudicar o adversário).
  • Mover o marcador de disputas (ou seja, colocar sobre um território o marcador de disputas, que vai garantir um ponto extra para quem conquistar o território).

Uma vez que um território é conquistado, o jogador remove aquele território e o toma para si. Se o marcador de disputas estiver nele, o jogador recebe um cubo verde que garante um ponto a mais no final do jogo.

Além disso, depois de conquistar o território existe 4 conjuntos de cartas que são chamadas “cartas de influência” e o jogador pode comprar uma carta de um dos 4 conjuntos para receber um bônus.

Influencia 2

Essas cartas vão lhe permitir influenciar territórios (colocando ou removendo cubos), movimentando o marcador de poder e comprando novas cartas.

Outro detalhe é que o baralho católico  possui um aspecto militar, ou seja, quando uma carta católica com o símbolo militar é jogada, o jogador protestante rola um dado e dependendo do resultado recebe um bônus.

Territorio 2

O jogo termina assim que o último território for conquistado, soma-se os pontos e o lado com a maior pontuação é o vencedor.

O que achamos?

Sola Fide chama a atenção pelo tema diferente, mas é preciso cuidado pois embora o jogo seja muito bom e interessante o tema não se faz tão presente assim. As cartas são belamente ilustradas e chamam a atenção especialmente de quem gosta do assunto. Além disso o jogo vem com um livro que explica o “background” de cada carta, dando assim um sabor a mais para quem gosta do tema.

O jogo é muito bom porém para desfruta-lo ao máximo serão necessários dois jogadores que estejam dispostos a joga-lo algumas vezes, especialmente no modo onde cada jogador faz uma seleção das cartas e monta seu baralho.

O jogo vem já com um conjunto de 15 cartas para você jogar algumas vezes, porém depois de 2 ou 3 partidas já será mais interessante escolher suas cartas.

componentes.jpg

Além disso é um jogo que tem uma certa dependência do idioma, pois todas as cartas trazem um pequeno texto explicando seu efeito. É necessário entender a terminologia do jogo e aplica-la corretamente, mas depois de algumas partidas isso não é mais um problema.

O jogo é bonito, interessante e traz boas disputas. É necessário saber a hora certa de fazer certos movimentos. Também é um jogo de confronto, onde cada lado precisa ficar de olho nos movimentos adversários.

Com a limitação de cartas na mão (5) existe também o aspecto tático, onde haverão momentos que você precisará aprender a fazer o melhor com o que você tem na mão. Como o baralho total é de 15 cartas, é relativamente fácil saber quais cartas ainda estão por vir e talvez se preparar para isso.

Se você gosta do tema e quer um jogo não tão leve nem tão profundo para 2 pessoas, Sola Fide pode ser uma boa opção para você.

Gostou do nosso conteúdo? Curta, compartilhe e siga nosso BLOG e nossos canais na Ludopedia,  Facebook e no Instagram.

Quer divulgar seu jogo ou fazer uma parceria? Entre em contato!

 

Descubra um excelente jogo para 2 pessoas, o “7 Wonders Duel”

pic2576399_md

Construa a civilização mais próspera e avançada, desenvolvendo seu comércio, tecnologias e melhorias, sempre cuidando das fronteiras e não esquecendo de avançar cientificamente…Ok, essa descrição não é muito precisa em relação ao 7 Wonders Duel, o que não diminui em nada esse excelente jogo para 2 pessoas, com duração de 20 a 30 minutos.

7 Wonders Duel é um jogo onde você precisa construir e desenvolver sua civilização. Embora apenas para 2 jogadores ele cumpre muito bem seu papel e apresenta um jogo sólido, interessante, interativo e muito divertido.

Cada jogador representa uma civilização e você vai, através da escolha de cartas, ditar o rumo que sua nação tomará, seja ele mais comercial, mais científico ou mesmo militar. O jogo é muito simples em sua concepção mas esconde por traz dessa simplicidade um jogo muito interativo, com diversos caminhos para vencer, onde você precisa acompanhar o que seu oponente está fazendo para não permitir que a vitória dele seja até mesmo antecipada.

pic2773053_md

Como se joga?

O jogo se passa em 3 eras, e cada era possuí um baralho de cartas que é arrumado de uma maneira a deixar algumas cartas abertas e outras ocultas, que vão sendo reveladas à medida que as cartas que estão em cima delas saem, isso dá um aspecto interessante para o jogo pois nunca sabemos que cartas vão aparecer.

Antes de iniciar o jogo cada um deve escolher 4 maravilhas para sua civilização, que se construídas podem fornecer diversos benefícios, como mais dinheiro, pontos no final ou até mesmo uma jogada extra.

As cartas do jogo representam diversos tipos de elementos, como matéria-prima, avanço militar, comércio, progresso científico ou cultural. Ou seja, a escolha das cartas vai determinando o perfil e capacidades da sua civilização.

2017-11-19 16.02.10

Existe também dinheiro no jogo para você pagar o custo de cartas ou de matérias-prima que você deseja comprar.

O jogo possui três condições de vitória:

  • Maior pontuação ao final da terceira (e última) era
  • Coleta de 6 símbolos científicos diferentes (a qualquer momento do jogo)
  • Chegada ao final da trilha de avanço militar (a qualquer momento do jogo)

2017-11-19 16.00.58

As duas últimas condições de vitória deixam o jogo muito interessante pois você precisa acompanhar seu adversário para não deixa-lo vencer coletando símbolos científicos e avançando muito na trilha militar.

O jogo vem com 12 maravilhas, e antes de começar a partida cada jogador escolhe 4, depois da escolha das maravilhas o baralho da primeira era é organizado na mesa e o jogo começa. Na sua vez você pode:

  • Construir uma estrutura (pegando aquela carta)  que está aberta e se necessário pagar o custo por ela (custo em recurso e/ou dinheiro). Certas estruturas, por exemplo, necessitarão de 1 pedra, se você já tiver alguma construção que produza pedra poderá construir essa outra usando essa pedra que já produz.
  • Você pode pegar e descartar uma carta e receber 2 moedas por ela (caso você tenha construções comerciais, que são amarelas, você recebe 1 moeda a mais para cada construção desse tipo que você possuir quando descartar uma carta).
  • Construir uma maravilha, pagando os recursos necessários por ela.

Dessa maneira, embora inicialmente possa parecer complexo, é um jogo extremamente simples na sua concepção, onde na sua vez ou você pega uma carta e constrói-a pagando seu custo (se existir) ou pega uma carta e descarta recebendo moedas ou constrói uma maravilha, simples assim.

Existe um tabuleiro que marca o avanço militar, e o marcador é movimentado para um lado ou para o outro de acordo com as cartas militares, e se o marcador atingir uma das extremidades o jogador daquele lado perde imediatamente pela supremacia militar.

2017-11-19 15.58.21

Ao final de uma era o baralho da próxima é arrumado na mesa e o jogo segue da mesma maneira, com cartas diferentes e combinações que você talvez já tenha em cartas da primeira era.

Na terceira era entra mais um baralho na mesa, com algumas cartas de grêmios, que dão pontos e dinheiro por conjuntos específicos (grêmio dos comerciantes beneficia mais quem tiver mais cartas amarelas e assim por diante).

Ao final da terceira era, caso ninguém tenha obtido supremacia militar ou científica faz-se a contagem dos pontos, descrito nas cartas e vence quem tiver maioria.

Existem também marcadores de progresso científico, que vão para o jogador que conseguir um par de símbolos científicos (ou seja, duas cartas verdes com o mesmo símbolo) que dão alguns bônus no decorrer ou ao final da partida.

2017-11-19 16.00.23

Por que jogar?

É um dos melhores jogos disponíveis no Brasil para 2 pessoas, se não for o melhor. Tem a duração adequada, tomada de decisões tensa a cada momento, pois você precisa escolher qual carta pegar mas ao mesmo tempo tentar não deixar nada para favorecer seu oponente.

pic2701747_md

Tem 3 condições de vitória, que deixa o jogo tenso e você precisa ficar atento o tempo todo. Outro ponto legal é o equilíbrio entre o que você pode destruir da civilização adversária. Algumas cartas vão permitir você atrapalhar diretamente o oponente, mas são poucas e nem sempre estarão presentes. Algumas partidas acontecerão sem aquela interação mais direta, outras serão mais tensas e com mais confronto.

Em geral não gostamos de jogo onde você concentra a maior parte do seu esforço atrapalhando ou estragando o jogo adversário, porém 7 Wonders Duel é bem equilibrado nesse sentido, deixando em alguns momentos a opção de você atrapalhar seu adversário e ao mesmo tempo não deixando que isso vire o foco do jogo.

Já jogamos aqui em torno de 10 partidas e na maioria das vezes a partida foi até o final da terceira era. Eventualmente alguém vence pela supremacia militar ou científica, mas é mais difícil pois depende da pessoa conseguir focar nesse tipo de carta.

É ótimo para casais, que jogarão diversas partidas juntos pois assim vão aprendendo as cartas, estratégias e possibilidades, deixando as partidas mais rápidas e interessantes e ambos vão se aprimorando no jogo, pois embora não seja um jogo difícil ele exige algumas partidas para os jogadores começarem a sentir as possibilidades que ele oferece.

É um jogo excelente por ser rápido, ter uma ótima produção, variedade de cartas, possibilidades de vencer de diversas maneiras, ótimo nível de interação entre os jogadores, e além de tudo uma excelente relação custo-benefício.

Está esperando o quê para desenvolver a civilização mais poderosa?

Não perca as novidades curtindo e seguindo nosso BLOG e nossos canais na Ludopedia,  Facebook e no Instagram.

Quer divulgar seu jogo ou fazer uma parceria? Entre em contato!

Jogo da velha 2.0? Conheça o QUARTO!

Não perca nenhuma novidade curtindo nosso canal na Ludopedia, Facebook e no Instagram  e também siga nosso BLOG

pec3a7as.jpg

Quarto é um jogo abstrato, para 2 jogadores, com duração média de 10 a 20 minutos, criado em 1991 pelo matemático suiço Blaise Müller.

O objetivo em Quarto é alinhar quatro peças de acordo com alguns padrões determinados. Quem conseguir colocar as quatro peças (vertical, horizontal ou diagonal) é o vencedor. O alinhamento das peças precisa atender um dos quatro padrões a seguir: tamanho, cor, forma ou topo. Portanto para vencer você precisará de 4 peças que sigam um dos 4 padrões descritos anteriormente. Vejamos alguns exemplos:

V2

De acordo com o exemplo acima, temos quatro peças que se encaixam no padrão “topo”, ou seja, o topo de todas as peças possuem um furo. O mesmo caso seria válido se o topo das 4 peças não tivessem furo, ou seja, fossem sólidos.

V1

Neste segundo exemplo o vencedor conseguiu alinhar 4 peças do mesmo tamanho (existem 2 tamanhos no jogo). Ele alinhou 4 peças pequenas, porém teria vencido se tivesse alinhado 4 peças grandes.

Além do topo e tamanho você também pode alinhar pela cor (peças claras ou escuras) ou pela forma (peças redondas ou quadradas).

Tabuleiro

O jogo funciona da seguinte forma, o jogador da vez escolhe uma das peças disponíveis, porém ao invés de posiciona-la no tabuleiro, ele entrega a peça para seu adversário posicionar. Na vez do outro jogador, o mesmo acontece, ou seja, ele escolhe uma peça, entrega para o adversário, que vai posiciona-la.

Peças 2

Quem conseguir posicionar 4 peças de acordo com um dos padrões estabelecidos vence!

Componentes

Essa versão é a Mitra Oficina de criação, que não possui o melhor acabamento das peças, porém tem uma boa relação custo x benefício. Além disso o jogo é um estojo que se fecha e pode ser facilmente transportado.

Pontos positivos

Quarto é um jogo direto ao ponto, ou seja, fácil de explicar, fácil de entender porém difícil de se dominar. É ideal para jogar com quem deseja jogar algo simples, rápido e que exigirá bastante atenção e concentração. Pode se jogar diversas partidas na sequência e com qualquer tipo de pessoa, desde crianças até pessoas mais velhas, sendo ótimo para estimular a atenção e a concentração sem exigir o entendimento de regras complexas.

Pontos a considerar

Como a maioria dos jogos abstratos, ele não possui tema, o que pode desagradar alguns, além disso é simples em termos de regras e de rápida duração, o que pode não interessar para quem busca desafios mais extensos.

Acessibilidade

Quarto é um jogo bastante acessível para quem tem algum tipo de daltonismo, conforme é possível perceber na imagem abaixo que indica os 3 tipos de daltonismo conhecidos. Note que essa avaliação não é profissional, mas tem como objetivo apenas ajudar a percebermos se essa questão da deficiência visual é levada em conta nos jogos de tabuleiro.

Legenda da imagem: C – Visão comum / P – Protanopia / D – Deuteranopia / T – Tritanopia)

Daltonismo

Como é um jogo de colocação de peças, pessoas com limitação de movimentos poderão ter certa dificuldade, porém o que conta é a percepção e não a colocação das peças em si.

Avaliação final

Quarto é um jogo rápido e direto, simples de explicar e jogar, rendendo diversas partidas em uma hora. Se jogado com o mesmo adversário tende a ficar um pouco mais demorado pela necessidade de se analisar as possibilidades, mas nada que prejudique o jogo. É extremamente interessante pelo fato de você não escolher sua peça, e sim seu adversário, e ambos precisam estar concentrados no jogo, pois basta apenas um vacilo para seu oponente vencer. Não conta com o fator sorte  e todos os elementos do jogo estão abertos, bastando apenas atenção e concentração para tentar vencer.