Neuroeducação e jogos de mesa (parte 1)

Crianças brincando com água

A editora DEVIR disponibilizou um material muito interessante e relevante para quem deseja entender melhor a relação entre a neurociência e os jogos de tabuleiro.

Vamos publicar esse material em partes, por se tratar de um assunto relativamente extenso e que merece a devida atenção para quem deseja entender melhor como os jogos podem auxiliar no desenvolvimento.

Um agradecimento especial à DEVIR por disponibilizar um material tão rico e instigante.

“Caro leitor: nesta introdução queremos convidá-lo a fazer uma reflexão, uma viagem à sua infância para que você mergulhe em suas lembranças relacionadas aos jogos. Quais são suas primeiras recordações relacionadas com uma atividade lúdica? Você jogava na rua, com sua família, com seus amigos do bairro? Era um jogo especial, um jogo de mesa? Recupere estas vivências que foram compartilhadas e tente ligá-las às emoções que eram despertadas e à paixão com que você as vivia. É bem provável que você lembre delas com prazer, com grande satisfação, e que elas te façam recordar momentos agradáveis da sua vida.

O jogo, tanto em si, como no contexto no qual é produzido, desempenha um papel essencial no desenvolvimento cognitivo, emocional e social de uma pessoa. Através do jogo aprendemos a nos conhecer e aos demais, a colocar em prática estratégias e a experimentar situações que nos fazem compreender o mundo em que vivemos. O jogo promove a construção e o desenvolvimento de nossa personalidade, ajudando em sua formação. Quando jogamos, exploramos o nosso interior, somos capazes de vencer nossos medos e aprofundamos a nossa vontade de superar qualquer situação.

Estabelecemos um desafio conosco mesmos, com nosso próprio eu, permitindo que acreditemos em nossas possibilidades, fortalecendo-as e potencializando-as. E isso, de nos apoiarmos na crença de nossas possibilidades, é o que vai favorecer uma postura ativa no desenvolvimento de nossas capacidades.

Vamos nos posicionar agora no panorama atual da infância. Como as nossas crianças investem seu tempo livre? Depois de uma longa jornada escolar, grande parte do tempo livre é dedicada a diversas atividades extra escolares como: inglês, robótica, informática, esportes, música etc. Todas seriam válidas se tivessem um componente lúdico e informal, mas lamentavelmente estão marcadas pelo mesmo padrão que oferece o sistema educativo, e seu objetivo final é formar pessoas mais competentes do ponto de vista de uma sociedade cada vez mais exigente.

A incerteza profissional sobre o futuro nos invade e nos faz perguntar o que será deles no futuro e, visualizando este amanhã mais ou menos longínquo, nos esquecemos do momento presente, desta etapa essencial de suas vidas, a qual determinará e marcará seu futuro e, assim, organizamos seu tempo de forma que estejam sempre ocupados.

Ainda que nossa intenção seja desenvolver suas competências e habilidades cognitivas, nos esquecemos que para enfrentar seu futuro, não basta potencializar suas capacidades, outros elementos também são necessários para que adquiram confiança em si mesmos, para que sejam determinados e capazes de tomar decisões. Também precisam aprender a administrar suas emoções e interagir com os demais e com a sociedade onde vivem.

Nosso melhor legado será fortalecer estas crianças com mais experiências do que conhecimentos, permitindo e promovendo o desenvolvimento de outras capacidades, como a criatividade e a imaginação, produzindo desta maneira, uma mente fértil e geradora de ideias.”

Quero ler mais artigos sobre jogos de tabuleiro como esse no Facebook , no Pinterest,  no Instagram,  no BLOG  e na Ludopedia

 

Anúncios

5 comentários

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s