Como jogos de tabuleiro ajudam a desenvolver seu lado estrategista

Strategy

Baseado no artigo “Why Smart People Struggle with Strategy

Geralmente a percepção que temos a respeito da expressão “estratégia” é que isso é algo feito ou pensado por pessoas muito inteligentes ou “os melhores alunos da sala”.

Entretanto o fato da pessoa ser inteligente não significa que ela será bem sucedida ao definir ou planejar uma estratégia, pois de maneira comum esse tipo de pessoa busca uma “resposta correta” e dentro do conceito de estratégia isso simplesmente não existe, pois estratégia envolve a necessidade de tomar decisões, fazer escolhas relacionadas a um futuro de certa maneira desconhecido.

Para ser então um grande estrategista você precisa então voltar um pouquinho da necessidade de encontrar uma resposta certa e ser louvado por isso. É necessário deixar o medo da incerteza e da dúvida de lado e ser criativo para imaginar possibilidades e tenta-las mesmo sabendo que talvez você seja surpreendido por eventos inesperados.

Island

Sendo assim qualidades como flexibilidade, imaginação e resiliência são essenciais, e também é importante perceber que essas características não estão relacionadas com inteligência. De fato, existem estudos que mostram que pessoas inteligentes acabam sendo mais frágeis quando se deparam com o inesperado, pois precisam se sentir certas em suas decisões, o que nem sempre acontece, o que as deixa muitas vezes defensivas.

De modo algum isso que dizer que pessoas inteligentes devem evitar questões relacionadas com estratégias, mas é importante considerar que existem outros elementos tão importantes quanto inteligência para que decisões estratégias sejam feitas da melhor maneira. É preciso ser uma pessoa que aprendeu tanto com seus fracassos como sucessos e que também seja imaginativa e saiba respeitar outras qualidades, o que nem sempre é uma questão fácil para o mais inteligente da sala de aula.

E o que tudo isso tem a ver com os jogos de tabuleiro? Bom, se você já está jogando a algum tempo certamente já se deparou com pessoas procurando jogos mais “estratégicos” onde você conta com pouca ou quase nenhuma sorte envolvida, ou certamente conhece jogadores que evitam jogos onde a sorte e a imprevisibilidade está presente. Existem até casos onde esse tipo de jogo acaba sendo “rebaixado” como um jogo de qualidade inferior, mas será que é realmente assim?

15

E o que me levou a pensar em relação a estratégia, pessoas inteligentes e os jogos de tabuleiro é justamente a relação com o imprevisto, com o futuro desconhecido.

Será que um jogo com menos sorte é um jogo mais estratégico? Imagino que não, pois justamente esse controle total (ou quase total) sobre o jogo não lhe permite desenvolver ou aguçar seu lado estratégico, onde a tomada de decisões com base no imprevisto e/ou desconhecido acaba sendo valorizada.

Refletindo um pouco mais a respeito, descobri que é isso que me fascina em jogos com dados ou cooperativos, onde o elemento surpresa, aquilo que lhe obriga a rever suas decisões e planejamentos, se faz presente de maneira relevante e muitas vezes decisiva.

8457d82ccb5a52abe0eed0991a96d1ea_original - Copy

Pensando assim,  jogos onde o imprevisto e as mudanças inesperadas se fazem presentes são jogos com um grande potencial para desenvolver seu senso estratégico. E eles vão nos ajudar das seguintes maneiras:

  • Desenvolvendo nossa resiliência, afinal aquela rolagem de dados não lhe favoreceu em nada no seu turno, como você pode contornar isso ou o que você pode fazer para lidar com isso da melhor maneira possível?
  • Desenvolvendo nossa criatividade, pois aquele plano que você estabeleceu pensando em 2 ou 3 rodadas adiante foi frustrado por um evento inesperado e você precisa agora ser criativo dentro da proposta do jogo para superar isso.
  • Desenvolvendo nossa paciência, já que muitas vezes as coisas não sairão do jeito que planejamos ou esperamos, e é necessário aceitar os fatos da melhor maneira possível, sendo que a frustração muitas vezes será sua companheira por alguns momentos.

Pandemic

Confesso que na próxima partida tentarei não me frustrar com as mudanças inesperadas e imprevistos, mas sim pensarei como uma maneira de desenvolver minha capacidade de pensar estrategicamente, e estou de certa forma ansioso para ver como essa mudança na maneira de encarar os jogos pode ser benéfica e interessante.

E você, já parou para refletir como os jogos podem te ajudar a desenvolver seu lado de estrategista?

Quer divulgar seu jogo ou fazer uma parceria? Entre em contato!

Não perca as novidades curtindo e seguindo nosso BLOG e nossos canais na Ludopedia,  Facebook e no Instagram.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s