Como um jogo de tabuleiro chega à sua forma final?

Um belo tabuleiro, com uma arte incrível, excelente componentes e cartas com uma textura maravilhosa…como é bom ter à sua disposição um belo jogo de tabueiro para passar um tempo com os amigos e família. O produto final é uma beleza, mas quase nunca paramos parar pensar no caminho e nas interações que o designer do jogo fez para que o jogo tomasse sua forma final. Veja que interessante esses dois vídeos do designer Matt Leacock (Pandemic) mostrando o processo de evolução de dois jogos.

Interessante notarmos a quantidade de interações e mudanças pelas quais um jogo pode passar. Isso também é bacana para percebermos que o produto final muitas vezes é fruto de muito trabalho, testes e pesquisas para entregar a melhor experiência possível, e que todo esse trabalho está embutido no custo do jogo. Muita vezes o jogo tem o preço que tem pois ali está o trabalho de um designer que se esmerou para publicar o jogo da melhor maneira possível.

Conforme o próprio Matt afirma, muitas vezes define-se que o sucesso de um produto depende muito do fator “novidade” e isso não é sempre assim. A verdade é que a idéia é (geralmente) vagamente visível quando você começa e somente após dezenas de interações é que ela fica clara e você então chega a solução ideal para implementa-la.

Quanto trabalho para termos um belo jogo de tabuleiro na mesa, não é?

Se gostou do nosso conteúdo, siga nosso BLOG para receber notícias e novidades diariamente além de toda Terça uma nova análise de um jogo!

The Meeple in the Middle no Facebook e no Instagram

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s