Venha guerrear na lagoa com Bullfrogs!

Sapos no jogo de tabuleiro Bullfrogs

Sapos batalhando pelo controle e supremacia na lagoa… bem isso não parece muito adequado ou interessante para um tema de um filme, quanto mais de um jogo! Porém é essa a proposta do Bullfrogs, lançado em 2015 pela Funbox aqui no Brasil.

Como se joga Bullfrogs?

Em Bullfrogs assumimos um grupo de sapos que está disputando o controle da lagoa com outros sapos. O objetivo do jogo é conquistar cartas que valem pontos ao final do jogo, bem como colocar o máximo de sapos no tronco, pois eles valem pontos ao final.

Sapos na lagoa em Bullfrogs

O jogo é simples nas suas mecânicas e ações, embora alguns pequenos detalhes sejam importantes pois caso não sejam observados podem comprometer o jogo e a experiência.

Cada jogador recebe então um conjunto de sapos, sapos-boi e cartas, todos da mesma cor. As cartas são colocadas na mesa representando as vitória-régias onde os sapos serão colocados ao longo do jogo. Após cada jogador receber seu conjunto, deve-se posicionar na mesa as quatro cartas iniciais do tronco e adjacências (conforme exemplo acima).

Vitória-Régia no jogo de tabuleiro Bullfrogs

As cartas de vitória régia possuem três informações:

  • Quantidade de ações que a carta vai lhe permitir
  • Quantidade de espaço para sapos
  • Valor de pontuação

No exemplo acima, a carta azul possibilita três ações (parte superior esquerda), tem espaço para quatro sapos (centro da carta) e vale quatro pontos (canto inferior direito).

Inicia-se o jogo embaralhando seu conjunto de cartas e colocando três na sua mão e o jogo está pronto para começar!

Cada jogador na sua vez tem as seguintes ações para realizar:

  • Jogar uma carta de vitória-régia (sempre adjacente a alguma carta, na horizontal ou vertical, nunca diagonal)
  • Recrutar e/ou sabotar sapos de acordo com a quantidade de ações da vitória-régia que você colocou na mesa. Os sapos que você deseja colocar na mesa (recrutar) ou sabotar (move-los de lugar) podem estar na linha horizontal ou vertical da carta que você colocou na mesa. Essa parte tem algumas considerações:
    • Não se pode recrutar sapos ou sapos-boi na carta que acabou de ser colocada na mesa
    • Não se pode recrutar sapos ou sapos-boi na carta tronco, ou seja, nessa carta ninguém pode colocar sapos usando suas ações
    • Não se pode colocar mais do que dois sapos por carta (independentemente da quantidade de ações que você possui)
    • Não se pode sabotar (ou seja, mudar de lugar) sapos-boi
    • Não se pode sabotar sapos que estão na carta tronco.

Esses detalhes à primeira vista parecem complicados, mas após uma ou duas partidas você já estará bem familiarizado com esses detalhes.

Após colocar uma carta e realizar as ações de recrutar e/ou sabotar chegamos no momento de pontuar as cartas. A fase de pontuação acontece quando todos os espaços de uma carta estão preenchidos com sapos, então a vitória régia vai afundar e os sapos sairão pulando.

Quando uma carta está totalmente preenchida, o jogador com a maior quantidade de sapos da mesma cor nela venceu a batalha por aquele local (lembrando que o sapo-boi vale como dois sapos). Em caso de empate ninguém leva a carta. Acontece que os sapos estão pulando desesperados tentando sair da vitória régia que está afundando. Isso significa que o jogador vencedor deve mover os sapos perdedores para as cartas adjacentes (horizontal e vertical) na quantidade de um sapo por carta. Os demais sapos que não puderam ser movidos voltam para seus dons (com exceção do sapo-boi, que sai do jogo).

O manual do jogo descreve mais algumas particularidades para mover os sapos, mostrando a ordem exata de como eles devem ser movidos.

E após pontuar as cartas é hora de colocar as vitórias régias que ficaram soltas (não conectadas na horizontal ou vertical com as demais) em contato novamente com as demais. Lembrando que o jogador que venceu combate que escolhe como as cartas devem ser colocadas.

Então o jogador compra uma carta do seu baralho para ficar com três novamente na mão e o próximo jogador inicia seu turno. O jogo termina quando as cartas de todos os jogadores acabarem, contando a pontuação de cartas mais a quantidade de sapos no tronco.

Cartas do jogo de tabuleiro Bullfrogs

Dá para jogar com crianças?

Somente com os mais velhos pois é necessário planejar como sua jogada vai lhe render cartas e/ou movimentação de sapos para o tronco e isso acaba exigindo um pouco mais dos jogadores.

O que achamos?

De cara Bullfrogs pode parecer um pouco complicado ou mesmo sem graça, afinal é só jogar uma carta e colocar sapos, mas não se engane. Aqui temos um excelente jogo para dois jogadores, ele funciona extremamente bem com duas pessoas. Com três ou quatro o jogo tende a ficar mais caótico, o que pode ser interessante também.

É um jogo rápido, simples depois que você entende as regras, com muitas possibilidades de montar sequências de cartas enchendo-as de sapos. Haverá momentos onde você pode encher uma carta e você ser o perdedor ali, somente para com isso colocar seus sapos no tronco. Ou onde você vai empatar uma carta somente para colocar mais sapos seus no tronco.

Uma partida dura em média de quinze a vinte minutos, portanto trata-se de um jogo estratégico, rápido e com bastante possibilidades de vitória para vencer.

O jogo tem ótimos componentes com sapinhos de madeira e excelente cartas. A caixa do Bullfrogs é uma caixa muito complicada de abrir, mas o que não tira o brilho do jogo. O manual também é muito bom, com exemplos de diversas situações para deixar tudo bem claro.

Outro destaque é que o jogo vendido pela Funbox vem com um modo solo, que conta com dois dados, e nesse modo solo você está treinando e combatendo com um outro sapo, o grão-mestre Isaac. Um modo solo muito bacana e interessante, não sendo apenas uma variação do jogo. Nesse modo solo você deve tentar a maior pontuação possível. É uma opção bacana para passar o tempo e também para entender melhor como o jogo funciona e suas possibilidades.

Bullfrogs5.jpg

Pontos positivos:

  • Rápido, porém com boas decisões
  • Funciona muito bem com duas pessoas
  • Ótima produção (sapinhos de madeira)
  • Modo solo para aprender melhor o jogo
  • Baixa curva de aprendizado (depois de duas ou três partidas as regras de colocação dos sapos já estão bem claras)
  • Possui cartas de referência com a ordem do turno e pontuação final

Pontos de atenção:

  • No fundo é um jogo abstrato, onde o tema não faz tanta diferença
  • Com 4 jogadores pode ficar mais difícil de planejar suas jogadas com antecedência

Bullfrogs é um ótimo jogo, com um tema original e bem colocado (embora no fundo seja um jogo abstrato), bons componentes e acima de tudo.

Chame os amigos e veja quem vai levar a melhor na guerra pela lagoa!

Acompanhe nosso canal nas redes sociais:

Facebook

Pinterest

Instagram

BLOG

Ludopedia

Anúncios

6 comentários

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s